|RESENHA| As Horas Vermelhas - Leni Zumas

Olá, Herdeiros ! 

Recentemente, recebi da Editora Planeta de Livros o livro As Horas Vermelhas.


O livro é um romance distópico, escrito por Leni Zumas, que narra a história de cinco mulheres. Mulheres comuns, mas que estão enfrentando seus próprios dramas e tentando tomar decisões difíceis ao destino de suas vidas.  Além disso, o Estados Unidos decretou lei federal sobre adoção, fertilização in vitro e aborto, proibindo mulheres de abortarem, de tentarem a inseminação e de mulheres solteiras adotarem. Sendo assim, o direito das mulheres é diminuído, com a "desculpa" de que é para um bem maior das famílias americanas. 

Essas cinco mulheres são A Biógrafa (Ro/Senhora), A Reparadora (Gin Percival), A Filha (Mattie Matilda) e A Esposa (Susan) e Eivor (exploradora polar do século XIX). Ro, é professora e solteira, que sonha em engravidar e está escrevendo um livro sobre a vida de Eivor. Gin Percival é uma curandeira da floresta, que terá que provar que não é uma bruxa e que não cometeu crimes ao ajudar suas "pacientes". Susan tem dois filhos e um casamento dado ao fracasso. Está desesperadamente tentando superar a frustração a qual está vivendo. Mattie é uma das melhores alunas de Ro e descobre que está grávida, mas não tem a quem recorrer e nem o sabe o que fazer. 

Este é, em resumo, o universo de todo drama entrelaçado e muito bem narrado pela autora na história de As Horas Vermelhas. O livro fala diretamente das tensões vividas pelas mulheres quanto aos seus dramas pessoais que refletem na sociedade. De como a falta de liberdade delas as fazem tomar decisões perigosas.


A história é narrada em terceira pessoa e cada capítulo é de uma personagem. Embora a narrativa seja fluída e leve, não é um livro fácil de se ler. É preciso prestar atenção para não se perder. Em alguns momentos, a autora mistura pensamentos presentes com lembranças do passado e o que está acontecendo com o personagem na cena. É um pouco confuso, mas eu gostei desse diferencial. A gente fica cheio de expectativas, sem saber tudo de uma vez só dos personagens. 

As Horas Vermelhas nos traz a reflexão sobre alguns assuntos que são relevantes em pleno século 21, como a opressão feminina e alguns fundamentalismos políticos. Embora alguns aspectos da história fuja dos meus conceitos pessoais, devo ser sincera, o livro é maravilhoso! 

Beijos, 
Até mais...



3 comentários:

  1. Menina, esse livro é muito maravilhoso. Terminei ele nessa madrugada e até agora o estou digerindo e refletindo. Amei a resenha <3


    https://entrepaginasecafe.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Parece bem profunda e forte essa narrativa. Daquelas histórias que nos fazem ler e pensar nos acontecimentos durante a leitura. Adoro esse estilo!

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Depois que li "O Conto da Aia" fiquei muito interessada em ler livros do gênero. Recentemente conclui "O Poder", você já leu? Assim, como você disse na resenha, este livro que mencionei também não é nada fácil de ler.
    As Horas Vermelhas já está na minha lista de leitura. Espero ler em breve!

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir

© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo