Empoderamento e A Mulher Cristã


Minhas queridas Herdeiras, hoje comemoramos o Dia Internacional da Mulher e fiquei refletindo muito. 
Hoje, o blog vai fugir um pouco do tema literário e vamos refletir sobre o Empoderamento da Mulher. Oro para que Deus me ajude a compartilhar através deste texto tudo que venho refletindo nos últimos dias.

Neste breve texto, as convido a refletir sobre um ponto específico do Movimento Feminista que é o “Empoderamento Da Mulher”. Desde já ressalto que não tenho estudo suficientes para dar esse assunto por encerrado, porém, isso não me impede de refletir sobre o que a minha Bíblia diz e comparar algumas abordagens deste movimento.

Em primeiro lugar, o Feminismo entende que a Bíblia é um livro machista e que resume à mulher as atividades do lar e à submissão do marido. Imaginam as mulheres cristãs como mulheres alienadas e submissas aos homens, que não tem personalidade e muito menos vontade própria, por este motivo, negam-se a submeter aos princípios bíblicos e os caracterizam como pensamento arcaico.

O Movimento Feminista quer gritar aos quatro cantos do mundo que a mulher “Pode” e “Quer”. O que as mulheres têm desejado hoje? O que as mulheres precisam? Elas acreditam que este movimento tem todas as respostas certas. Elas possuem cartilhas espalhadas por todos os países com respostas para essas perguntas.

Não estou aqui para menosprezar o que tantas mulheres sofreram e ainda sofrem diante de opressões e desvalorizações na sociedade. O grito pela liberdade, pelos direitos é válida. O direito ao voto, o ingresso ao mercado de trabalho, as oportunidades de fazer uma faculdade, por exemplo. Tudo isso é válido. Muito válido! Mas, essa conquista não tem mérito nenhum do Movimento Feminista, e muito menos aonde elas querem chegar.


Segundo o entendimento da ONU sobre o Empoderamento, esse movimento quer igualar o poder da mulher ao dos homens, ditando que mulheres são inferiores.
O Movimento Feminista e a ONU nos minimizam em comparação ao amor de que Deus tem para nós. Esse movimento também luta para que acreditemos que Deus, através da bíblia, nos vê como menores, inferiorizadas, que não temos valor.

Porém, basta lermos e refletirmos sobre Provérbios 31: 10
“é muito mais valiosa que os rubis.”
Temos um valor alto, ao contrário do que é pregado por este movimento, somos reconhecidas por Deus por um valor sublime.

Não precisamos expor nosso corpo, não precisamos estar no mercado de trabalho porque um sistema nos impulsiona. Não precisamos gritar e mandar nos nossos maridos para termos nossas personalidades e vontade reconhecidas.
Trabalhemos para Deus em primeiro lugar (I Co 10:31), façamos primeiramente o que Ele escolheu para nós, o que Ele nos capacitou para fazermos. Somos mulheres inteligentes e capacitadas por Deus!
Ser cristã e se dedicar ao lar não quer dizer que somos escravas dele, também não quer dizer que não somos capacitadas. Fomos chamadas por Deus para algo específico. Entenda isso!

Eu poderia citar versículo por versículo de Provérbios 31, refletir sobre cada um deles e ver a grandiosidade com que Deus ama e valoriza sim as mulheres.

Agora, diante de todas as investidas do Movimento Feminista contra aquilo que a Bíblia nos ensina, vamos começar a refletir mais. Será mesmo que elas estão preocupadas com a nossa qualidade de vida e com as nossas famílias nos tirando do foco de preservá-la? Não vejo assim. Uma mulher que foca somente no trabalho é uma mulher ausente para o marido e os filhos. Uma mulher ausente na família terá a mesma destruída. Quem cuidará e educará nossos filhos? A creche? Os professores? Filhos abandonados, possivelmente, serão adultos que também abandonarão.  Será mesmo que o Movimento Feminista está preocupado com isso?

Não estou dizendo que mulheres não podem trabalhar fora. Deus nos dotou de capacidades que vão muito além do que podemos imaginar. Estou apenas refletindo sobre nossa real prioridade. O que tem sido nossa prioridade? As coisas do Reino ou as coisas terrenas? Ter reconhecimento como profissional ou ver nossas famílias fortalecidas?

O Movimento Feminista não vê o quanto somos capazes, ele nos reduz ao mercado de trabalho. Nós somos mais e podemos mais! Deus nos capacitou!

Nós somos cheias de poder! Já somos cheias de um poder dado por nosso Deus. Temos poder para edificar nossa família (Provérbios 14:1) e, assim, contribuir para uma sociedade melhor. Uma família edificada gera uma sociedade saudável. Quando amamos nossos filhos, eles se tornam adultos que amam. Quando amamos nosso marido, mostramos aos nossos filhos que o amor é a sentimento supremo da vida. Quando amamos a Deus sobre todas a coisas estamos cumprindo o maior mandamento. Qual é a sua prioridade?

Empodere-se sim, mas do amor e grandiosidade que Deus tem para você !

Seja Herdeira do Amor incondicional de Deus !

 Com amor,










Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo