|RESENHA| Palácio de Mentiras

Oi, Herdeiros !

Como vão ? E as leituras ? As minhas andam bem atrasadas, mas, aos poucos vamos lendo e curtindo os livros.



Palácio de Mentiras é o terceiro livro da série The Royals, autoria de Erin Watt. 

A história começa bem na cena aonde parou o segundo livro, Príncipe Partido. Steve, pai de Ella, que estava morto, agora reaparece vivíssimo na mansão Royal, justamente no momento em Reed está indo para delegacia preso, acusado de ter matado Brooke.

Ella está desesperada com a chegada do pai "morto" e com o namorado sendo acusado por assassinar a inimiga dele. 
Brooke vinha chantageando Reed. Ameaçando o seu relacionamento com Ella e Callum, seu pai. O temperamento explosivo e seu comportamento de resolver tudo com violência, faz com que tudo indique realmente que Reed matou Brooke.

Será mesmo que Reed teve coragem de matar sua amante para ficar em paz e seguir sua vida com Ella? 

Minha Opinião: 

Dos três livros da série que eu já li, esse foi o que eu mais gostei. Os Royals estão amadurecendo (finalmente!!!) e arcando com os todos os problemas que surgem, sem tentar tirar vantagens com o dinheiro que possuem.

Ella continua sendo um pouco rebelde e com um amor desenfreado por Reed. Isso acaba fazendo que toda a história da família Royal tenha uma reviravolta.

Reed torna-se um príncipe (rebelde), que tenta fazer de tudo para ver Ella bem e feliz. Até aceita fazer um acordo com Jordan (foi engraçado). Diferente do outro livro, agora eu consigo ver sentimento real e intenso nesse casal. 

A chegada de Steve me deixou cheias de expectativas. Uma delas é que Ella construísse um relacionamento de pai e filha com ele, mas a relação deles é lenta.

Steve é bem estranho. Não tolera ver a filha com o Reed, por ser suspeito de um assassinato. Ele tenta proteger a filha e se mostrar um pai presente, mas a vida de Ella gira em torno do seu amor por Reed.

Quero falar também dos personagens secundários. Adoraria ler um spin-off da Val e do Wade. Eles são muito loucos e são os melhores amigos de Reed e Ella, inclusive ajudaram muito o casal em Palácio de Mentiras. E o que falar de Dinah ? Cobrinha peçonhenta..aff Eu não gostei muito do que acontece com ela no final do livro, achei que ela merecia um final mais justo às maldades dela.

E, bem, vamos falar sobre o final do livro: eu gostei. Não teve clichê. Foi bem surpreendente, até. Eu não esperava aquele final. Fiquei com uma peninha dos personagens, sabe. Mas, foi melhor do que um final clichê, que a gente já sabe o que vai rolar.

Enfim, eu gostei muito dessa série. Indico para quem gosta do gênero Young Adult. Os livros são tensos, quentes e cheios de reviravoltas.

Beijos, 



|Leitura| Corte de Espinhos e Rosas

Oi Herdeiros!

Finalmente li Corte de Espinhos e Rosas. Confesso que fantasia não é um gênero que costumo ler, mas li tantas críticas positivas, tantos elogios que não consegui conter minha curiosidade e saí da minha zona de conforto para tentar essa experiência literária. Além disso, as edições dos livros são lindíssimas e quem gosta de colecionar livros com certeza vai querer tê-los na estante.



Corte de Espinhos e Rosas é quase uma releitura de A Bela e a Fera, com um volume maior de fantasias. Todo ambiente do livro é mágico.

É muito difícil somar todo o enredo e fazer uma resenha digna dessa história.
O livro é muito rico de detalhes e o maravilhoso desse enrendo está nas descobertas que encontramos no desenrolar da leitura.

Só posso dizer que o livro me conquistou e eu indico muito.

Beijos, 



|RESENHA| Os Mistérios de Sir Richard

Oi, Herdeiros! 

Hoje eu vim falar sobre o último livro da série Quarteto Smythe-Smith, da autora Julia Quinn.



Sir. Richard Kenworthy precisa garantir que sua família não será arruinada e para isso precisa encontrar uma esposa o quanto antes. Um casamento é a única saída para que seu legado não seja destruído pela sociedade britânica.
Iris Smyth-Smith vê o casamento com urgência para escapar da solidão e dos concertos, a qual é obrigada a participar junto as primas solteiras.
Ambos precisam se casar o quanto antes, porém, seus motivos não são nada apaixonantes.



O último livro da série Quarteto Smyth-Smith pra mim foi um dos melhores. A narrativa da Julia Quinn como sempre é fluida e envolvente.
Demorei um pouco com a leitura do livro, pois, confesso que os outros livros da série não foram tão bons quanto eu esperava.  As histórias são maravilhosas, mas eu criei uma expectativa exagerada e acabei um pouco decepcionada.

O romance de Richard e Íris é uma graça. Richard, embora mantenha um segredo do real motivo de estar se casando com Íris, é um cavalheiro gentil e amoroso.  Reconhece o quanto está agindo errado com a esposa e tenta de todas as formas possíveis não decepcioná-la tanto.
Íris não é apenas bonita, é muito inteligente e perspicaz, e sabe que o marido esconde algum segredo.
Personagens secundários também entram na trama do livro e nos deixa com um sentimento de raiva e desconforto.

Eu amei o enredo do livro e a forma como tudo foi se encaixando.  Gostei muito do final do livro!
Não posso escrever mais coisas, pois ficará impossível de não dar spoilers.
Só sei que eu gostei muito mesmo desse livro. Um dos melhores da nossa diva do romance de época.

Beijos, 

|RESENHA| Príncipe Partido (The Royals - 2)

Olá, Herdeiros!

Tudo bom com vocês? 
Hoje eu vim trazer pra vocês minha impressões sobre o livro Príncipe Partido da série The Royals, da autora Erin Watt. 

Príncipe Partido é o segundo livro da série The Royals e eu recebi em parceria com a Editora Planeta de Livros. 


O livro começa exatamente na última cena de Princesa de Papel, só que dessa vez temos a narrativa de Reed.

Nesse livro Reed e a família Royal tenta de todas as formas reencontrar Ella e trazê-la de volta à mansão, após ela ter visto Reed e Brooke juntos no quarto dele. Como tudo que Callum deseja acontece: Ella é reencontrada e convencida a voltar para mansão dos Royals. 

A narrativa é intercalada entre Reed e Ella e o enredo do livro nada mais é do que a tentativa de Reed de reconquistar Ella. Por outro lado, temos as incertezas, raiva e tristeza de Ella em relação a Reed. Os alunos no colégio continuam insultando Ella o tempo todo e tramando situações humilhantes para ela. 
No último capítulo do livro temos uma reviravolta e nossa curiosidade só cresce ainda mais, pois a história não acaba, vem logo aquele "Continua..." , que , por um lado nos deixa agoniados e ansiosos e, por outro lado, nos deixa chateados e irritados. Por que os autores fazem isso com a gente? - sorte a minha que já tenho o próximo livro da série.


Eu tenho uma relação de amor e ódio com essa série. Eu não gosto de ver como os jovens desse livro são tão mesquinhos e falam/fazem sexo como se fosse algo sem valor. Também não gosto de como o bullying é tratado no colégio. Os pais subornam o diretor e fica tudo certo. Acredito que as autoras poderiam ter abordado esses temas como alertas e não como um simples cotidiano dos alunos de Astor Park. 

Por outro lado, a escrita das autoras é maravilhosa. A forma como as coisas vão se desenrolando são muito bem encaixadas. Eu só queria que elas melhorassem nos pontos que eu citei, aí a série seria PERFEITA! 

O romance entre Reed e Ella dá até uma melhorada, mas não me convence. Sei lá! Acho Ella muito bobinha e Reed muito sacana.

Dessa vez, Callum está sendo um pai mais presente. Alguns segredos dos irmãos Royals começam a ser revelados e o final do livro: bomba! Algo acontece com Reed que mudará tudo na mansão Royal e um personagem tão falado reaparece. Tudo acontece quase na mesma cena. É muito louco! rs

Sem mais para não dar spoilers, fico por aqui dizendo que estou ansiosa para ler Palácio de Mentiras. Ainda bem que ele já está aqui na minha estante! 

Beijos,









© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo