|RESENHA| As Horas Vermelhas - Leni Zumas

Olá, Herdeiros ! 

Recentemente, recebi da Editora Planeta de Livros o livro As Horas Vermelhas.


O livro é um romance distópico, escrito por Leni Zumas, que narra a história de cinco mulheres. Mulheres comuns, mas que estão enfrentando seus próprios dramas e tentando tomar decisões difíceis ao destino de suas vidas.  Além disso, o Estados Unidos decretou lei federal sobre adoção, fertilização in vitro e aborto, proibindo mulheres de abortarem, de tentarem a inseminação e de mulheres solteiras adotarem. Sendo assim, o direito das mulheres é diminuído, com a "desculpa" de que é para um bem maior das famílias americanas. 

Essas cinco mulheres são A Biógrafa (Ro/Senhora), A Reparadora (Gin Percival), A Filha (Mattie Matilda) e A Esposa (Susan) e Eivor (exploradora polar do século XIX). Ro, é professora e solteira, que sonha em engravidar e está escrevendo um livro sobre a vida de Eivor. Gin Percival é uma curandeira da floresta, que terá que provar que não é uma bruxa e que não cometeu crimes ao ajudar suas "pacientes". Susan tem dois filhos e um casamento dado ao fracasso. Está desesperadamente tentando superar a frustração a qual está vivendo. Mattie é uma das melhores alunas de Ro e descobre que está grávida, mas não tem a quem recorrer e nem o sabe o que fazer. 

Este é, em resumo, o universo de todo drama entrelaçado e muito bem narrado pela autora na história de As Horas Vermelhas. O livro fala diretamente das tensões vividas pelas mulheres quanto aos seus dramas pessoais que refletem na sociedade. De como a falta de liberdade delas as fazem tomar decisões perigosas.


A história é narrada em terceira pessoa e cada capítulo é de uma personagem. Embora a narrativa seja fluída e leve, não é um livro fácil de se ler. É preciso prestar atenção para não se perder. Em alguns momentos, a autora mistura pensamentos presentes com lembranças do passado e o que está acontecendo com o personagem na cena. É um pouco confuso, mas eu gostei desse diferencial. A gente fica cheio de expectativas, sem saber tudo de uma vez só dos personagens. 

As Horas Vermelhas nos traz a reflexão sobre alguns assuntos que são relevantes em pleno século 21, como a opressão feminina e alguns fundamentalismos políticos. Embora alguns aspectos da história fuja dos meus conceitos pessoais, devo ser sincera, o livro é maravilhoso! 

Beijos, 
Até mais...



|RESENHA| Labirintos - M. C. Martins

Olá, Herdeiros!

Labirintos é uma ficção cristã publicado recentemente pela Editora UPBooks


No livro lemos várias estórias fictícias cheias de suspense dentro de uma perspectiva cristã. O autor nos traz narrativas de diversos personagens, seus cotidianos e nos remete à reflexões sobre as consequências da vida que aqui levamos.

Minha Opinião

O livro é muito bom ! 
Trata-se de uma ficção cristã, então obviamente agradará ao público que gosta do gênero, embora deva ser lido por todos, conforme a intenção do autor.

A narrativa do autor é bem fluída e nos prende a cada página. As estórias são profundas e com um tom de suspense sem muito rodeios. As mensagens que cada estória transmite são baseadas nos conceitos das escrituras judaico-cristãs e nos faz refletir sobre tudo que fazemos em relação a Deus nessa vida e o que poderá acontecer conosco após nossa morte.

Eu gostei muito dessa leitura e indico a todos.

Beijos, 


|Campanha| Leia Para Uma Criança - Banco Itaú

Olá, Herdeiros!

O Banco Itaú está oferecendo gratuitamente uma nova coleção de livros infantis. A campanha Leia Para Uma Criança é um projeto lindo, que tem o intuito de contribuir para educação, cultura e lazer das nossas crianças.

Neste ano, os livros oferecidos são: 

Quero Colo, escrito por Stela Barbieri e Fernando Vilela.



Sinopse

Como as pessoas e os animais carregam e ninam os filhos nas diversas partes do mundo? Dessa pergunta nasceu Quero colo, livro que apresenta a delicada relação entre pais e filhos com ênfase no aconchego, na proteção, no cuidado e no afeto. Povos de culturas diferentes dividem as páginas com animais diversos, demonstrando como um colinho é sempre bem-vindo, independentemente da hora, da forma ou do lugar.





Pedro Vira Porco-Espinho, escrito por Janaína Tokitaka  


Sinopse

Que tal discutir com as crianças de onde vêm as emoções? Do que se alimenta a raiva? Por que estamos calmos e de repente - pum - não estamos mais? A autora Janaina Tokitaka conta a história de Pedro, um menino comum que vai levando a vida em suas rotinas de criança. Porém, quando uma dessas coisas não acontece como ele espera, Pedro vira porco-espinho. Com uma metáfora sutil e divertida sobre as transformações do humor e as sensações que experimentamos na vida - que muitos pais podem chamar de "birra" ou "manha", o livro convida o pequeno leitor a refletir sobre a origem dos sentimentos.


A literatura é uma forma de fazermos com que nossas crianças interajam ao meio que vive. O hábito de ler estimula diferentes habilidades, a imaginação e criatividade, além de expandir o vocabulário e a linguagem. Incentive uma criança a ler. Faça parte dessa campanha também. Para participar e receber os livros em sua casa sem nenhum custo, basta acessar: https://www.itau.com.br/crianca/pratique/

Beijos, 





|RESENHA| Casa das Estrelas - Javier Naranjo

Olá, Herdeiros! 

Recentemente, recebi esse livro de poesias, lançado pela Editora Planeta de Livros nesse mês de outubro.




“Casa das Estrelas: O universo pelo olhar das crianças” organizado por Javier Naranjo e ilustrado por Lara Sabatier é um projeto feito pelo professor e poeta colombiano durante suas aulas para crianças do primário (05 a 12 anos). Ele coletou definições dos seus alunos de objetos, palavras, lugares e sentimentos. Pequenos versos foram reunidos e transformados nesse livro poético.


O livro traz as definições de objetos, lugares e sentimentos em ordem alfabética e com ilustrações lindas. As poesias são puras, emocionantes e, muitas vezes, profundas. Ficamos a imaginar como cada criança chegou a aquela definição e a profundidade daquele sentimento. É inevitável não se apaixonar ou não se emocionar.



Li alguns versos para o meu filho de 9 anos e o mesmo se emocionou e riu. É um livro encantador! Quem tem crianças em casa ou que gosta de crianças vai se apaixonar por enxergar a inocência das crianças.

No início do livro o autor Javier Naranjo nos conta como teve a ideia do projeto e nos traz à reflexão de como deixamos de valorizar e incentivar as crianças quando elas escrevem ou falam algo.

Deixo abaixo algum dos meus versos favoritos:

Amor:
“O que cada coração reúne para dar a alguém.” (Lina Maria Murillo, 10 anos)
“Dar beijinho na mamãe e na namorada. Sabe quem é minha namorada? Minha mamãe.” (Sebastian Sabtodomingo, 05 anos)
 Brincadeira:
“É estar contente e amando.” (Ricardo Mejía, 10 anos)
Carinho:
“Amarrar as pessoas” (Valentina Nates, 09 anos)
Mãe:
“É aquela que ensina à gente o que a gente deve querer” (Andrés Felipes Bedoya, 09)
Morte:
“É quando não aguentamos" (Daniel Castro, 07 anos)
Pai:
“É uma pessoa muito especial porque tinha a gente no coração quando a gente estava na barriga” (Luísa Fernanda Borrero, 09 anos)



Paz:
“Quando alguém se perdoa” (Juan Camilo, 08 anos)
Solidão:
“Você estar em completo deserto” (Sandra Grisales, 08 anos)
Sonho:
“Que os colégios não existam, que a gente nasça com mente pra saber tudo” (Maria José García, 08 anos)
Vida:
“Sentir, nascer, ter esperança de que alguém é alguém” (Juan Cardona, 12 anos)
Beijos,



© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo