|RESENHA| Princesa de Papel

Oi, Herdeiros! 

Princesa de Papel é o primeiro livro da série The Royals e eu recebi em parceria com a Editora Planeta de Livros. 
Confesso que essa capa linda e tantas críticas positivas e negativas me chamaram atenção para essa série e fui logo solicitando para a editora. 


O livro conta a história de Ella, uma adolescente de 17 anos, órfã e sem nenhuma estabilidade financeira. Para se sustentar e tentar ir pra faculdade ela faz stripper, profissão que herdou da mãe.

Até que um dia, Ella é achada por Callum, seu susposto tutor. Ele a carrega para sua mansão e faz uma proposta para ela. Ella nunca teve uma oportunidade de viver em padrões sociais tão altos e no luxo, então, aceita as condições propostas por Callum. Porém, apesar da nova condição de vida na mansão Royals, os filhos de Callum estão dispostos a infernizar a vida dela.

A história é um New Adult e é narrada em primeira pessoa por Ella. A leitura é bem fácil e fluída. As escritoras escrevem muito bem, não há dúvidas disso.

Ella é uma adolescente que sofre muito. Tanto quando está tentando sobreviver sendo stripper quanto na mansão do seu tutor.

Os cinco irmãos Royals são verdadeiros reis na escola e fazem da vida de Ella um inferno. Reed é o pior de todos. Ele nutre um ódio e desprezo por Ella por todo o enredo do livro. O motivo? Não encontrei nenhum plausível. E adivinha por quem Ella se apaixona? Pois é. Os outros irmãos são menos piores, mas não deixam de ser tão babacas e problemáticos. Eles tentam do começo ao fim levar Ella para cama - sem exageros.

Callum é um pai omisso, que banca todas as irresponsabilidades e atrocidades dos filhos com a sua fortuna. Não consegue manter um relacionamento afetivo com nenhum deles e, pra piorar, se afoga na bebida. 

Como podemos ver a família Royals é bem problemática e Ella, além de enfrentar todos os seus problemas, tem que lidar com essa família destruída. 

A gente percebe que Ella não tem amor próprio nenhum, e não é só por se apaixonar por um cara que a humilha e a xinga o tempo todo, mas por todas as situações que vão rolando durante o enredo do livro.


No meu ponto de vista, não há romance nenhum nesse livro. Ella é o tempo todo xingava, humilhada e tratada como uma qualquer - um verdadeiro abuso psicológico. Não escolheria o Reed como o "mocinho" do livro, o irmão dele Easton, talvez - ele teve um crescimento no enredo do livro e tinha mais contato com Ella do que Reed. Não quero nem comentar sobre Callum, um pai totalmente omisso às irresponsabilidades dos filhos. E os outros irmãos são babacas, apenas.

Se eu gostei do livro? Gostei da escrita, da narrativa e da amizade de Ella e Valerie. Não gostei da forma banal como assuntos sérios de machismo, perversidade, bullying e até assédio sexual foram tratados. Acho que as autoras poderiam ter dado ao livro um toque de alerta para tais assuntos.

Princesa de Papel termina com um grande gancho (cliffhanger)! E, sim, curiosamente eu quero ler a continuação! Sério, quero muito ler ! rs A última página tem um belo "CONTINUA...." só pra matar a gente do coração. 

Indico o livro para quem tem uma certa maturidade literária, pessoas capazes de separar ficção da realidade. Os assuntos abordados no livro são sérios, mas, na minha opinião, foram tratados com certa banalidade - fugiu muito do meu conceito particular de vida e isso me incomodou um pouco - , então, é complicado indicar pra pessoas que se deixam levar por qualquer literatura, principalmente, adolescentes imaturos e com problemas familiares. Mas, o livro não é ruim, só deixou de ser um livro-alerta, sabe ?

Beijos !!! 






|RESENHA| Minha História de Perdão e Cura

Olá, Herdeiros!

Como vocês estão ? Por aqui a vida está bem corrida e é por isso que eu tenho postado tão pouco.

Mas, hoje tem resenha de um livro que eu fiquei tão maravilha em ler, que eu precisava compartilhar logo com vocês.


O livro-testemunho "Minha História de Perdão e Cura" conta a história real de Stormie Omartian e é narrado pela própria Stormie de forma muito fluída. A gente lê várias páginas em questão de minutos.
A narrativa do livro começa com Stormie nos contando um pouco de como era sua vida antes de conhecer o amor de Deus. Posso dizer que o livro parece se dividir em três partes: a depressão, o porquê da depressão e como ela foi curada da depressão, embora o livro não tenha essa "divisão" na edição.

Na "primeira parte',  Stormie conta de como sofria com a sua depressão e dos seus medos. Ela tinha até alucinações, pânico de facas, de escuro e de ficar sozinha. Por causa da depressão também não se achava bonita, e, para se sentir aceita e amada, trabalhava muito, excessivamente, para que fosse de alguma forma reconhecida, mas nunca lhe era suficiente.
Uma amiga dela a convida para participar de um trabalho gospel, ela aceita. Durante o trabalho ela conhece Michael Omartian, que se apaixona por ela. Mas, nada daquilo é o suficiente para ela. Ela se casa com uma outra pessoa, mas a depressão, o medo e indiferença do atual marido a deixa cada vez mais infeliz. Depois de uma crise de depressão e fobia, Stormie decide procurar um psiquiatra.

Quando ela vai fazer a consulta com o psiquiatra, parece que o livro começa uma "segunda parte" e Stormie vai nos contando o começo de tudo. A sua depressão se deu por causa do seu relacionamento ruim com a sua mãe. Ela vivia com medo da mãe e sofria maus tratos. Tudo era motivo para sua mãe espanca-la, tranca-la num armário imundo ou xinga-la. Tudo isso foi construindo uma Stormie insegura, medrosa e rancorosa. Seu pai era um homem omisso a toda essa situação. Além disso, eles viviam em total pobreza.
Nessa parte do livro vamos entendendo tudo que aconteceu com Stormie e os motivos pelo qual sua mãe a tratava daquele jeito. Tudo vai se encaixando. Uma coisa ligava a outra.
Stormie também conta como ficou viciada em drogas, remédios e como chegou ao ponto de fazer abortos. Foi tudo muito difícil para ela, mas tudo foi causado pela depressão e a falta de se sentir amada.

Quando, finalmente, Stormie chega a se encontrar com Deus, tudo muda. Aí a narrativa vai para uma "terceira parte". Stormie se divorcia, pois seu ex marido era totalmente indiferente com ela e fica claro que ele se casou por interesse. Stormie vai aprendendo sobre a bíblia. Se sente amada e acolhida. Vai se libertando da depressão aos poucos. Mas, durante a sua vida, mesmo sendo cristã, algumas coisas ainda acontecem por causa dos traumas da sua infância. Vemos como foi difícil para ela se libertar da depressão e perdoar sua mãe. Não foi fácil, mas Deus mudou completamente a vida dela.  É lindo a forma como ela descreve como Deus agiu na sua vida e continua agindo. É claro que as coisas não mudaram de um dia para o outro, mas Stormie teve sua vida completamente transformada pelo amor de Deus. Ela também passou a perdoar sua mãe.

Esse livro é maravilhoso. Eu não tenho palavras para descrever o quanto a história de Stormie mexeu comigo. É um testemunho sem igual. Super indico para pessoas que não se sentem amadas, que passam por algum tipo de trauma ou até mesmo depressão. Indico para pessoas que precisam perdoar alguém, mesmo sabendo que foi muito ferido e injustamente.

Beijos,


|RESENHA| Kimiom de Merídia - Caio Galeno

Olá, Herdeiros!

Hoje vamos falar sobre Kimiom de Merídia, um livro de fantasia cristã e eu fiquei um tanto surpresa, gente!

Para quem me acompanha aqui no blog sabe que não é uma temática que eu leio muito, mas eu confesso que tenho gostado muito e tenho procurado ler mais livros do gênero. Eu gostei muito dessa história e vim aqui compartilhar o que eu achei pra vocês.

Para começo de conversa, esse é o primeiro livro da trilogia e como todo primeiro livro de série, nos primeiros capítulos a gente lê mais sobre toda a introdução da história, cenário, atmosfera do livro e conhece mais os personagens. E, a verdade é que, todo livro de fantasia nos deixa com um nó na cabeça para entender e se acostumar com o enredo do livro. Kimiom de Merídia é um livro bem explicativo nesse sentido. As mudanças que vão acontecendo com o personagem principal e tudo que está acontecendo ao redor dele vai sendo muito bem explicada pelo autor e nos deixa situados para entender lá na frente o desfecho do livro.


O livro é narrado em primeira pessoa por Kimiom, personagem principal do livro. A história começa com Kimiom nos contando como foi a perda do pai e como ele tem, junto à mãe, tido a responsabilidade de criar seus irmãos mais novos e mantido sua família, apesar de toda pobreza e tristeza que tem tido na sua vida. Ele e sua família vive em Merídia, uma nação autocrata, aonde o imperador é um homem detestável e que só quer mais e mais poder, deixando toda a nação em estado de pobreza. Até que um dia, Kimiom descobre que tem uma missão a cumprir e é o único que pode salvar toda a sua nação do abominável imperador Adamantor.

Kimiom vai contando pra gente como ele descobriu esse poder de salvar sua nação e o como ele vai cumprir sua missão. Ele conhece seu primo Sino, que vai ser seu aliado nessa missão, só que tem um porém, eles se odeiam. Durante a narrativa, nós vamos entendendo os motivos deles e tudo faz sentido. Kimiom descobre que tem poderes sobrenaturais, mas não sabe como usá-los e controlá-los e é Sino quem vai ensiná-lo até ele conseguir realizar todos os golpes para enfrentar as forças malignas que querem destruir as nações aliadas à Merídia. Ao viajar com Sino em busca de aperfeiçoar seus poderes, eles conhecem Yuuna, que até então não possuí poderes sobrenaturais, mas tem talento com arco e flecha. Ela se alia à eles na missão contra Adamantor. Nesse momento, acaba rolando um romance muito fofo no livro.

Ao começar a treinar seus poderes, Kimiom encontra dificuldades e se questiona diversas vezes o motivo pelo qual foi escolhido para essa missão, e vai entrando aos poucos nesse universo de poderes sobrenaturais. Mas a própria história vai nos levar às respostas para ele.

Eu achei esse livro incrível ! Ele aborda vários aspectos da sociedade e da política daqueles povos. Os personagens tem uma relação social e política muito bem detalhada. Também rola um romance e é uma fofura. Os personagens são muito bem trabalhados. A forma como os poderes são realizados é narrada de um jeito que nos faz viajar dentro do livro e a gente vai entendendo como chegou até a Kimiom a missão para destruir Adamantor.
Então, eu super recomendo esse livro. Tenho certeza que quem gosta de fantasia vai gostar bastante da história.

Livro cedido em parceria com a Editora UpBooks. 
Para adquirir clique aqui

Beijos,


|RESENHA| Preciso Saber - Karen Cleveland


Olá, Herdeiros!


Semaninha começando e temos resenha de um livro - e que livro, amores! – que eu recebi de surpresa da Editora Planeta.

Preciso Saber é um thriller de espionagem que foi lançado em fevereiro e a editora enviou uma prova antecipada (adoro!) aos parceiros para leitura e divulgação.

Confesso que não lia nenhum thriller desde dos meus 12 anos de idade, ou seja, já tem 19 anos. Quando recebi o livro fiquei logo curiosa e já fui lendo as primeiras páginas, e para que eu fui fazer isso? Não consegui parar de ler.


Vivian Miller é uma analista da contrainteligência da CIA, que está procurando e investigando agentes infiltrados e adormecidos russos nos Estados Unidos. Depois de conseguir elaborar um algoritmo e localizar um dos agentes secretos da Rússia, ela consegue estar mais próxima da sua tão sonhada promoção.

Quando ela consegue o acesso ao computador de um dos agentes russos, Vivian descobre que seu marido, Matt, é um dos envolvidos com os agentes infiltrados.

Vivian é casada com Matt há quase dez anos e eles tem quatro filhos, dois deles são gêmeos. Por causa do trabalho como analista da CIA, ela não tem tanto tempo para se dedicar aos filhos, por isso, Matt é quem cuida dos filhos, já que pode trabalhar em casa. Matt é um pai dedicado e seus filhos são apaixonados por ele. Já Vivian, por causa da falta de tempo, está cada vez mais afastada dos filhos. Ela tem se dedicado na missão em busca dos agentes russos adormecidos para ganhar uma promoção que lhe dará mais tempo com os filhos e dinheiro para dar mais conforto a eles.

Entre a lealdade ao seu país e o amor pela sua família, Vivian terá que decidir qual decisão é a melhor a ser tomada e em quem ela poderá confiar.

MINHA OPINIÃO 

A autora Karen Cleveland nos traz todo o sentimento de aflição, nervosismo e angústia que o gênero do livro podia ter. Vivian é uma mulher um pouco impulsiva e tem, a maior parte do tempo, atitudes que nos deixam com os nervos à flor da pele. A adrenalina nesse livro corre solta. Durante a história, vemos como a Vivian vai evoluindo e tendo forças para tomar as decisões certas (nem todas) e a difícil escolha entre ser leal ao seu país ou proteger sua família, principalmente seus filhos. Em contrapartida, os personagens secundários me deixavam confusa e aflita (qual era a do Matt, afinal?).

A narrativa do livro é fluída, intrigante, frenética e cheia de reviravoltas (coisa de louco..rs). A autora traz flashbacks do passado de Vivian e Matt, e vamos entendendo melhor como eles chegaram até aqui e os motivos das escolhas que o casal acabou fazendo. A mistura de suspense com o drama familiar me fez querer entrar diversas vezes no livro e sair correndo com aquelas crianças. É um susto atrás do outro. E, o pior de tudo, a gente não consegue parar de querer saber o que vai acontecer.



Preciso saber. Que título!!! Faz muito jus ao livro. A gente fica querendo saber mesmo o que vai acontecer. Tive várias expectativas, a cada capítulo desconfiei de um personagem diferente. Cada reviravolta era eletrizante.

E o final do livro? Putz! Quando você lê o último capítulo fica aquela sensação de “cara, que bom...mas... será?...”. Aí, logo depois do último capítulo vem o “bendito” epílogo e destrói tudo que você construiu dos personagens secundários e tudo que eles fizeram durante todo o enredo do livro, e as coisas começam enfim a se encaixarem perfeitamente, não fica aqueles vácuos de suspense e a gente começa a entender tudo... mas, aí acaba... bum! Acaba e a sensação que fica é: cadê a continuação desse livro? EU PRECISO SABER....

PS1: A Vivian merece Saber;
PS2: Os leitores merecem Saber;
PS3:  A autora, Karen Cleveland, foi também analista da CIA por oito anos, então as descrições do trabalho de Vivian são polvilhadas com detalhes realistas, mas combinadas com uma fantasia escura que apenas um ex-agente da CIA poderia inventar.
PS4:  Após os livros de Ballantine da Random House terem os direitos de Preciso Saber, Hollywood respondeu rapidamente e o filme está sendo desenvolvido pela Universal Pictures. Charlize Theron produzirá o filme e estrela como Vivian. Não há nenhuma palavra sobre quando o filme chegará aos cinemas, mas é seguro dizer que você terá tempo suficiente para correr para a livraria mais próxima (ou Amazon.com; Saraiva) e devorar a o livro antes de vê-lo nos cinemas.

Preciso Saber é um livro que quem ama espionagem e um toque de drama familiar PRECISA LER. É um livro excepcional! Vale muito a pena a leitura!! 


 Beijos, 





© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo